Instituto Brasil Solidário
Instituto Brasil Solidário
English Version Site em Português Nossas fotos no Flickr Siga-nos no Twitter Curta nossa página no Facebook
Área Restrita Área Restrita
Como Ajudar
02/10/2017

Alunos da capital paulista embarcam num intercâmbio solidário no interior do Estado do Maranhão

“O projeto, promovido pelo Instituto Brasil Solidário, leva estudantes do Ensino Médio para uma imersão social e cultural, unindo o turismo, empreendedorismo e voluntariado no combate à desigualdade social no Brasil”

Uma semana de aprendizado e ações solidárias! Entre os dias 08 a 14 de outubro, estudantes do Colégio Miguel de Cervantes, da capital paulista, partem para o Estado do Maranhão numa iniciativa do Programa Intercâmbio Solidário – Learning Journey Brasil, do Instituto Brasil Solidário, que visa proporcionar uma experiência de vida, que possa contribuir para o crescimento pessoal e profissional dos jovens estudantes.

Os participantes, que estão na fase crucial do ensino médio e têm à frente os desafios da futura vida acadêmica, embarcam numa proposta que vai além do olhar turístico de quem visita pela primeira vez uma outra realidade. A ideia é permitir ampliar o olhar e o conhecimento “de vida” dos alunos, numa imersão cultural e educativa da comunidade local e das escolas públicas que recebem ações sociais do Instituto Brasil Solidário em alguns dos municípios brasileiros aonde a organização atua.

O roteiro deste ano será no município de Barreirinhas, no Maranhão, com uma programação que inclui, além das visitas a diversos povoados da região, desde a sua culinária, o artesanato, a visita as casas de farinha e até rodas de conversa com os gestores locais, uma ação com formações nas escolas públicas, onde os alunos serão protagonistas nas atividades das oficinas educativas.

Dentro de suas habilidades, a turma de 22 alunos participantes, que vão do 1º. ao 3º. ano do Ensino Médio, escolheu como poderá ajudar no processo de oficinas práticas já programadas nas escolas que fazem parte dos projetos do Instituto Brasil Solidário. Ministradas parte por uma equipe do IBS e outra, somada as mãos dos visitantes, alguns optaram por dar aulas de automaquiagem, buscando melhorar a autoestima de alunos e alunas locais, outros já estão se programando para uma oficina de malabares, ballet e tem até esportes de modalidade da paraolimpíada!

Já com a equipe de profissionais do Instituto Brasil Solidário, os alunos terão a oportunidade de ver de perto a continuidade em formações que vem transformando a educação de várias escolas do Brasil, através do Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, do IBS. Atividades de cidadania e política, fotografia, educação ambiental, projeto de artes emplaque o bem e corte-costura – comunidade na escola, estarão acontecendo durante toda a semana de intercâmbio para um público misto, formado por educadores locais e alunos tanto das escolas públicas como os visitantes de São Paulo.

Eles irão acompanhar, ainda, a premiação de concursos de redação e a doação de livros em oito escolas diferentes no município, além de brinquedos que serão entregues na Comunidade de Sertãozinho, Tapuio e Croas, para cerca de 100 famílias da região. Mobilização essa que teve início no primeiro semestre junto ao Colégio e que reuniu, em campanhas com as famílias dos adolescentes, livros, brinquedos e materiais de apoio que agora chegam ao destino do projeto de Intercâmbio Solidário.

Segundo o Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luis Salvatore, o projeto que já está na estrada há 4 anos busca, principalmente, despertar nos estudantes um novo olhar, que os possa motivar a refletirem sobre suas escolhas tanto no dia a dia, como no que pretendem seguir profissionalmente e ao lado de suas famílias.

“Além da ação social, o projeto permite que esses estudantes tenham um contato íntimo com a população local, sob o olhar de quem está na comunidade, além disso, eles terão contato com gestores do município, Prefeitos, Secretarias, Vereadores, onde eles poderão conversar diretamente sobre o que estão acompanhando na região, é um projeto de vivência de base, queremos provocar uma profunda reflexão nesses jovens e apresentar várias nuances do Brasil. Eles vão poder ter uma noção do nosso país sob o olhar de um projeto social, que há 17 anos vem conseguindo transformar realidades, então eles e suas famílias, também podem contribuir para a construção de um Brasil marcado por mais esperança e solidariedade”, ressalta Salvatore.

Partilhando da mesma filosofia de acreditar num processo de ensino para além da sala de aula, o Colégio bilíngue e bicultural Miguel de Cervantes, participa da iniciativa pela quarta vez, com retorno positivo dos alunos e familiares que fizeram parte da experiência. Segundo Priscilla Andrade, mãe dos estudantes Gustavo (3º.) e Bruno (1º), a experiência reflete uma mudança efetiva de postura dos participantes. “Nosso filho, Gustavo, já fez duas viagens anteriores, sendo a primeira para a Chapada Diamantina, na Bahia e a segunda ao Maranhão. A experiência do Intercâmbio do IBS faz com que o adolescente valorize e entenda o quanto ele tem de educação e apoio, e o quanto existem pessoas que não tem (infelizmente) essa perspectiva. Isso tocou muito nosso filho, que voltou dessas viagens engajado a ajudar e trabalhar para o próximo, dando mais valor ainda as coisas de casa, aos pais, e a própria educação.  Essa experiência deu a ele inclusive uma visão do que quer fazer profissionalmente no futuro”.

Para o estudante Heitor Megale, aluno do 3º. Ano que participou da edição anterior, também realizada no Maranhão, a experiência foi um momento único, onde ele teve a oportunidade de ver esperança e determinação numa região carente, mas com uma população cheia de orgulho de suas raízes e com muita riqueza cultural. “Eu vivi uma experiência peculiar, a habilidade de como um simples gesto, uma conversa rotineira, pode gerar felicidade, me vi fazendo parte de algo grande, demorado e necessário, nos maranhenses nós vimos uma paixão pela cultura, pelas raízes locais, um orgulho de ser você mesmo, eu aprendi que há muito a se fazer, e que se pode fazer muito sempre”, relata o estudante.

 

Brasil Solidário, em longa data no Maranhão!

A trajetória do Instituto Brasil Solidário, desde os seus primeiros passos, tem raízes que passam pelas terras Maranhenses. Conceitualmente o IBS surgiu em 1998 e 2000, à partir da Expedição “Trilha Brasil”, a primeira missão social do Instituto, onde foram percorridos 25 mil quilômetros em 14 Estados do Brasil, entre eles o Maranhão. Durante esse percurso foi possível registrar as condições de vulnerabilidade social em várias regiões, principalmente relacionadas a educação.

Essa experiência, fez surgir em 2001 uma forte iniciativa social, que voltaria em 2003 para o Estado do Maranhão levando projetos de leitura, educação ambiental e saúde, nos municípios de Carolina, Balsas e Barreirinhas, uma das primeiras ações sociais do Instituto Brasil Solidário, que originou os projetos focados na busca por uma educação de qualidade em todo o país. E justamente em Barreirinhas/MA, as atividades conseguiram ganhar força e ter continuidade em várias escolas da região, incluindo a construção de uma escola inteira, ocorrida no ano de 2012.

Historicamente dentro da proposta do PDE/IBS, foram levadas oficinas práticas de Educomunicação, Incentivo à Leitura, Educação Ambiental, Saúde, Empreendedorismo, Arte, Cultura e Família na Escola, sendo que somente o município de Barreirinhas conta, atualmente, com 25 bibliotecas com mais de 500 acervos cada que foram multiplicadas na rede pública de ensino dentro do eixo de incentivo à leitura do IBS!

Segundo a Secretária de Educação de Barreirinhas, Marta Reis, as ações do IBS serviram de inspiração para várias atividades que trouxeram melhorias na qualidade do ensino nas escolas públicas do município. “Lembro das ações do Instituto desde 2011, e naquela época já se percebia o salto significativo de qualidade no ensino das escolas aqui do município, venho acompanhando a multiplicação dessas ações não só no eixo de leitura, mas na educação ambiental, vimos muitas mudanças na questão da reciclagem e das ações de sustentabilidade, são atividades que contribuíram dentro e fora da escola, junto à comunidade”, ressalta a Secretária.

Para o Intercâmbio Solidário, ela afirma que os alunos estão ansiosos e muito empolgados em participar da atividade. “Nós entendemos que a educação não é só a sala de aula, então sabemos que será um ganho de aprendizado muito valioso para ambos os lados, tanto para os nossos alunos, quanto para esses estudantes que estão novamente vindo de São Paulo conhecer uma outra realidade, um outro universo, com certeza haverá uma troca de saberes e um intercâmbio cultural muito rico, que eles vão levar para toda a vida”, pontuou.

 

Mais informações para a imprensa:

Gabriela Martins – Assessora de Comunicação

Telefone: (85) 9 99227266

 

  • Nossas fotos no Flickr Siga-nos no Twitter Curta nossa página no Facebook
Sede Administrativa: Avenida Eduardo Sá, 55 – Centro – Eusébio, Ceará – 61760-000 - Whatsapp. +55 (11) 99104-9063
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.